11 de Maio de 2022 - 17h:35

Tamanho do texto A - A+

Especialistas em recuperação judicial reúnem-se em Portugal

É o Fórum de Algarve que vai passar em revista o primeiro ano da reforma da Lei de Falências do Brasil e analisar a situação das empresas com a pandemia e, agora, com a perspectiva de recrudescimento da guerra na Ucrânia.

Por: ConJur

O Instituto Brasileiro da Insolvência (Ibajud) promoverá nos próximos dias 30 e 31, em Portugal, o mais importante evento do ano sobre Recuperação Judicial. É o Fórum de Algarve que vai passar em revista o primeiro ano da reforma da Lei de Falências do Brasil e analisar a situação das empresas com a pandemia e, agora, com a perspectiva de recrudescimento da guerra na Ucrânia.

 

Participarão do evento representantes do Brasil, Portugal e Espanha — com protagonistas da Justiça, da Advocacia e do mercado que atuam diretamente com o setor: ministros do Supremo Tribunal Federal e do Superior Tribunal de Justiça, acadêmicos, desembargadores e juízes de câmaras e varas empresariais; empresários e administradores judiciais.

 

"A lei nunca foi tão útil como agora", afirma o professor da USP, Francisco Satiro, que no evento falará sobre o protagonismo dos credores no processo, impulsionado pela reforma legal. O aparente arrefecimento da Covid-19, diz o acadêmico, infelizmente não implica queda dos números: "É grande o volume de casos de empresas que não formalizaram a sua situação ou de bancos que não executaram seus credores, na esperança de receber parte dos empréstimos feitos."

 

Segundo o advogado Júlio Mandel, a imersão possibilitada por um fórum fora do ambiente conflagrado do país permite uma reflexão mais serena. "Uma interação entre advogados de credores, advogados de devedores e julgadores oxigena o debate e traz soluções que podem melhorar o clima de negócios."

 

 

 

Crédito imagem: Freepik

VOLTAR IMPRIMIR