09 de Junho de 2021 - 13h:54

Tamanho do texto A - A+

Bovespa opera em alta e tenta se firmar acima dos 130 mil pontos

Na terça-feira, o principal índice da bolsa caiu 0,76%, a 129.787 pontos, após oito seguidas.

Por: G1

 

A bolsa de valores brasileira, a B3, opera em alta nesta quarta-feira (9), após alta dos preços de commodities e dos futuros acionários norte-americanos, enquanto o noticiário doméstico traz dados de inflação acima das expectativas.

 

Às 14h21, o Ibovespa subia 0,65%, a 130.626 pontos.

 

Entre os destaques de alta, Gol avançava acima de 3% após a aquisição de companhia aérea regional MAP. Vale tinham alta de mais de 2% e Petrobras de mais de 1%.

 

Na véspera, o Ibovespa caiu 0,76%, a 129.787 pontos, após oito seguidas, na maior série de ganhos desde 2018. Com o resultado de terça, a bolsa acumulou avanço de 6,35% no mês e de 32,92% no ano.

 

Cenário
Pressionado pelo aumento da energia elétrica, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) – a inflação oficial do país – ficou em 0,83% em maio, 0,52 ponto percentual acima da taxa de 0,31% registrada em abril.

 

O acumulado no ano foi de 3,22%, e o dos últimos 12 meses, de 8,06%, acima dos 6,76% registrados nos 12 meses imediatamente anteriores. Com o resultado, a inflação permanece bem acima do teto da meta do governo para a inflação no ano – o centro da meta é de 3,75%, podendo variar entre 2,25% e 5,25%.

 

A pressão inflacionária deve manter o Banco Central sob pressão, a uma semana da reunião do Comitê de Política Monetária (Copom). A expectativa é de elevação da taxa Selic a 4,25% ao ano, ante patamar atual de 3,5%.

 

De acordo com a equipe da Guide Investimentos, a discussão em torno da persistência da inflação nos EUA segue se colocando como principal risco para os mercados, o que reforça o foco no índice de preços ao consumidor de maio na quinta-feira.

 

Na visão da equipe do BTG Pactual, com o Ibovespa no atual patamar, a seletividade das ações é preponderante, uma vez que a simetria risco versus retorno para determinadas empresas ficou elevada e sem fundamentos. "Continuamos otimistas e cautelosos, buscando apenas papéis muito seletos", afirmou nota enviada a clientes pela área de gestão do banco.

 

Foto/Crédito: G1

VOLTAR IMPRIMIR