SOBRE A ERS SERVIÇOS CONTATO TRABALHE CONOSCO MAPA
OK
Recuperação
Há uma mudança no perfil das recuperações judiciais no Brasil?
Sim
Não
Recuperação Judicial
Com dívidas de R$ 6 milhões, Luciula Calçados entra em recuperação judicial




Com dívidas de R$ 6,1 milhões, a Luciula Calçados e Acessórios Eireli, entrou em processo de recuperação judicial. A autorização foi dada pelo juiz da Primeira Vara Cível de Cuiabá, Cláudio Zeni, na última quinta-feira (06). Em 10 de março deste ano, a filial da Luciula Calçados, no Shopping Pantanal, em Cuiabá, recebeu uma ordem de despejo por decisão do juiz Luiz Octávio Oliveira Saboia Ribeiro, da Terceira Vara Cível de Cuiabá. Segundo consta, a empresa estaria devendo mais de R$ 200 mil ao estabelecimento.

Narra a requerente que Luciula Calçados iniciou suas atividades há mais de 30 anos, com a abertura da primeira loja no calçadão da Ricardo Franco, em Cuiabá, voltada para as classes A e B. Entretanto, em 2013, a empresa precisou relançar sua marca, atendendo as demais classes, após constatação de não aceitação do público, “o que gerou um expressivo passivo bancário”.

Após dois anos de relativo crescimento nas vendas, em 2016, a empresa novamente entrou em crise, com a inauguração de sua filial no Várzea Grande Shopping. Sustentando a loja aberta com seu próprio caixa, a Luciula “enfrentou grande déficit operacional, o que veio agravar ainda mais a saúde financeira da empresa”, razão pela requer a recuperação, de modo a manter suas atividades, bem como sua “colaboração para a economia local e conservação de empregos”, afirma.

O magistrado Cláudio Zeni reconheceu que todas as exigências legais para o deferimento da recuperação foram cumpridas, bem como fundamentação dos motivos da crise, avaliações contábeis, lista de funcionários e bens, além de extratos bancários. Restando, apenas, necessário acrescentar aos autos a lista completa de credores.

“Diante disso, embora deferido o processamento da recuperação da requerente, esta deverá trazer aos autos a relação completa dos seus credores, incluindo aqueles que não se sujeitam aos efeitos deste processo”, determina.

Ainda, a empresa deverá apresentar em 60 dias seu plano de recuperação judicial. Por outro lado, estarão suspensas por seis meses todas as suas ações e execuções de dívidas.

Quem será responsável pela administração judicial da recuperanda é a empresa AJ1, pertencente ao advogado Ricardo Ferreira de Andrade, recebendo remuneração de R$ 250 mil, conforme limite previsto no artigo 24 da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

“Para saldar esta remuneração a parte recuperanda adiantará a quantia mensal de R$ 6 mil, a ser paga até o dia 10 do mês subsequente ao vencido mediante depósito direto na conta indicada pelo administrador judicial, que deverá expedir documento fiscal hábil a comprovar o pagamento”, determinou o magistrado.

Confira também:
» Taxa de juros
» Palestra na FIEMT
» Recuperação no Agronegócio
» Recuperação Judicial da Petroluz
» Plano de Recuperação Judicial da Agroleste
» Plano de Recuperação Judicial da TUT Transportes
» Plano de Recuperação Judicial da Agroleste Homologado
» Empresa consegue recuperação judicial e mantém mais de 4 mil empregos
» Empresa consegue decisão para não pagar ICMS em PIS/Cofins
» Passageiros da TAM que esperaram 7 horas para vir à Cuiabá são indenizados
» Recuperação Judicial
» Contratos de Compra e Venda
» Artigos e Notícias de Março
» Artigo "A Efetividade da Tutela Jurisdicional na Justiça Laboral"
» Artigo "A recuperação judicial, seus benefícios diretos e indiretos"
» Recuperação Judicial "Colégio Isaac Newton - CIN"
» Recuperação Judicial "Viana Trading"
» Assembléia aprova plano de recuperação judicial
» Grupo Guimarães entra em recuperação judicial em MT
» Destilaria de Álcool Libra também obtém proteção
» Grupo mato-grossense abre negociação com os credores
» Pedido de fôlego em MT
» Crise mundial e seus reflexos na Lei de Recuperação Falências
» Programa é atrativo
» Requerimentos aumentam 350%
» Justiça autoriza destilaria Libra a moer cana-de-açúcar
» Homologado plano de recuperação do grupo Redenção
» EMPRESA CONSEGUE DECISÃO SOBRE ICMS INÉDITA EM MATO GROSSO
» Credor aprova plano de recuperação da Libra
» Estado de Sítio no Fórum
» Anhambi ganha ação na Justiça para mudar cobrança do ICMS
» SEFAZ-MT legaliza a coerção de empresários via Portaria
» Advogado faz denúncia contra Sefaz por portaria que legaliza a coerção
» Virtualização e novo CPC prometem rapidez na Justiça
» Advogado de MT apela para que STJ unifique as decisões de recuperação
» Usina volta a processar
» JUSTIÇA NÃO TEM PREÇO
» A Recuperação Judicial dos Produtores Rurais
» Usina Guaricanga tem processo trabalhista suspenso pela Justiça
» Advogado inova e lança video sobre recuperação judicial na internet
» JUSTIÇA DERRUBA TRAVA BANCÁRIA E TRAZ ALENTO A FRIGORÍFICOS EM RECUPERAÇÃO JUDICIAL
» Credores aprovam o plano de recuperação da usina Guaricanga
» Guaricanga aprova plano de recuperação
» Credores aprovam o plano de recuperação da usina Guaricanga
» AP Serviços Agronômicos tem plano de recuperação aprovado por 100% dos credores em assembleia
» Fribrasil tem aprovação dos credores em assembleia
» Transportadora ganha ação contra motorista externo
» Banco financia as operações de empresa em recuperação
» Grupo de empresas de venda de peças pede recuperação judicial em MT
» Pedido de recuperação cresce
» Empresa de insumos tem pedido de “socorro” aceito
» Forteboi tem recuperação judicial aceita
» Grupo pioneiro em serviços na área ambiental tem pedido deferido
» Construtora em MT entra em recuperação judicial
» Aval legitima tentativa do grupo reverter a crise
» Justiça homologa recuperação de dívidas de R$ 45 mi do Grupo Dibox, em VG
» Decisão do TRT abre precedente em recuperações judiciais
» Ministro do STJ debateu a recuperação judicial em Cuiabá
» Ministro do STJ participa de evento em Cuiabá sobre recuperação judicial
» Seminário sobre recuperação judicial será realizado em Cuiabá
» Com dívida de R$ 73 milhões, rede São Bento pede recuperação judicial
» Endividada rede São Bento de farmácias pede recuperação judicial
» Revendas da Volks pedem recuperação judicial
» Trescinco e Ariel ingressam com pedidos de recuperação judicial
» Com dívida superior a R$ 80 mi, Grupo Trescinco pede recuperação judicial
» Ariel obtém recuperação judicial; Trescinco aguarda análise judicial
» Recuperação judicial da Trescinco é aprovada e advogado receberá R$ 600 mil
» Recuperação judicial afeta empresas
» Tribunal manda Usina Alcopan pagar R$ 1,6 milhão a advogados
» Palestra no auditório do Sinduscon/MT aborda a 'Recuperação Judicial'
» Evento discute recuperação judicial em MS
» Empresas buscam gerenciar crise
» Setor de transportes em Mato Grosso é afetado pela crise
» Credores aprovam plano
» STJ entende que cláusula de plano aprovado vale para todos os credores
» Empresas em recuperação e o alívio no STJ


Ministro do STJ debateu a recuperação judicial em Cuiabá
Empresas em recuperação e o alívio no STJ
Com dívidas de R$ 6 milhões, Luciula Calçados entra em recuperação judicial
STJ entende que cláusula de plano aprovado vale para todos os credores
Credores aprovam plano
Setor de transportes em Mato Grosso é afetado pela crise
20.10.17 14h34
Rio de Janeiro aprova cobrança de ISS para Netflix e Spotify
20.10.17 14h30
Em campanha, cervejarias artesanais dos EUA criam 'vaquinha' de US$ 213 bilhões para comprar a AB InBev
20.10.17 14h29
Presidente da Oi diz que empresa está 'aberta' a novo adiamento de assembleia de credores
19.10.17 16h16
Recuperação judicial da Trescinco está próxima
19.10.17 14h38
Conselho da Oi aprova novo plano de recuperação judicial